Formação Pedagógica Inicial de Formadores
90 a 102 Horas
.Julho
.Setembro
.Novembro
A formação profissional assume um papel central e de crescente importância (a par da educação) perante os novos desafios que surgem no país e, na União Europeia: globalização, envelhecimento da população, emergência e utilização crescente de novas tecnologias e consequente necessidade de atualização e aquisição de competências.
Tais desafios requerem um aumento do investimento no capital humano e na necessária adaptação dos sistemas de educação e formação existentes. A aposta na formação profissional conduz à estruturação e competitividade dos mercados de trabalho e do tecido económico no seu todo. A educação e a formação assumem, assim, um papel decisivo na transição para uma sociedade e economia baseadas no conhecimento.
O Decreto-Lei n.º 396/2007, de 31 de dezembro, que estabelece o regime jurídico do Sistema Nacional de Qualificações (SNQ), a melhoria da qualidade da formação profissional, das suas práticas e dos seus resultados, exige uma atuação que promova a capacidade técnica e pedagógica dos/as formadores/as, através do reforço permanente das suas competências.
Os objetivos gerais da ação são elaborados no sentido de no final da formação, os|as futuros|as formadores|as, sejam capazes de:
1) Avaliar o perfil do|a formador|a face ao contexto geral da Formação Profissional em Portugal;
2) Preparar, dinamizar e avaliar unidades de formação;
3) Refletir sobre os sistemas de formação.
MF1 | Formador: Sistema, Contextos e Perfil
10
MF2 | Simulação Pedagógica Inicial
10
MF3 | Comunicação e Dinamização de Grupos em Formação
10
MF4 | Metodologias e Estratégias Pedagógicas
10
MF5 | Operacionalização da Formação: Do Plano à Ação
10
MF6 | Recursos Didáticos e Multimédia
10
MF7 | Plataformas Colaborativas e de Aprendizagem
10
MF8 | Avaliação da Formação e das Aprendizagens
10
Formação Pedagógica Inicial de formadores é dirigida a indivíduos que pretendam adquirir o Certificado de Competências Pedagógicas (CCP).
As condições de acesso à Formação Pedagógica Inicial de Formadores exigem a verificação dos requisitos de entrada.
Tendo em vista a qualidade da formação, esta será desenvolvida com uma componente essencialmente prática e adaptada ao grupo em formação, dando oportunidade aos futuros formadores para experienciarem uma série de situações mobilizadas. Ficarão, desta forma, preparados para assumirem futuras tarefas enquanto formadores-animadores e formadores-consultores.
A avaliação das aprendizagens do Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores contempla três fases que, embora com lógicas diferentes, se inter-relacionam temporalmente tendo em vista uma apreciação final de todo o processo: avaliação inicial / diagnóstica, avaliação contínua / formativa e avaliação final / sumativa.
A avaliação final resultará da aplicação da seguinte fórmula:
Avaliação Final = [(0,10 x AD) + (0,30 x AS/OP) + (0,30 x AS/CP) + (0,30 x AS/PI)]
A classificação dos|as formandos|as será feita de acordo com uma escala de avaliação numérica de 1 a 5, de acordo com o seguinte descritivo:
Nível 1 – Aproveitamento Insuficiente
Nível 2 – Aproveitamento Satisfatório
Nível 3 – Aproveitamento Bom
Nível 4 – Aproveitamento Relevante
Nível 5 – Aproveitamento Excelente
Formação Inicial
Inscrição